Teste do Pezinho

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars   (5,00 de 5 com base em 1 votos)
Loading...

Não é exatamente agradável para uma mãe a visão do filho recém-nascido se esgoelando de chorar porque enfiaram uma agulha no seu pequeno calcanhar gordinho. Mas qualquer dó que o chamado exame do pezinho possa suscitar é infinitamente menor que a sua importância para a qualidade de vida do seu bebê.

Teste do pezinho (Triagem neonatal)

Teste do pezinho (Triagem neonatal)

O que é? | Quanto custa e quais doenças são detectadas? | Como é feito? | Quando deve ser feito?

O que é?

O procedimento é tão importante que basta dizer que é obrigatório no Brasil desde de 1992. Isso porque sua função é diagnosticar doenças que, se detectadas antes de efetivamente se manifestarem, podem ser atacadas e evitadas. São doenças graves e com sérias implicações para o desenvolvimento do bebê.

Quanto custa e quais são as doenças que podem ser detectadas?

As doenças diagnosticadas variam de acordo com a versão do exame que você irá realizar. São três opções de teste: básico, ampliado ou plus. O teste básico é oferecido gratuitamente em todo o território brasileiro através do SUS, pelo Programa Nacional de Triagem Neonatal criado pelo Ministério da Saúde em 2001. Ele é capaz de diagnosticar 4 doenças: Hipotireoidismo Congênito, Fenilcetonúria, Hemoglobinopatias e Fibrose Cística. Já as outras versões do teste não existem na rede pública. Eles podem ser realizados em laboratórios privados, cabendo ao pediatra da criança selecionar as que são de seu interesse. São mais de 30 doenças que podem ser identificadas antes que seu bebê tenha qualquer tipo de sintoma.

Como é feito?

Isso tudo pelo preço de uma simples picada na almofadinha do pé. Só uma é necessária porque essa parte do corpo é muito rica em vasos sanguíneos e jorra sangue que dá e sobra para o exame. E acredite: o processo é quase indolor para o neném. Ele vai chorar? Vai. Até ontem ele vivia com todo conforto no útero quentinho de sua mãe e agora experimenta todo tipo de novas sensações que o assustam. A única forma que conhece de se expressar é abrindo o berreiro.

Quando deve ser feito?

Infelizmente também não adianta querer esperar ele ficar um pouquinho maior para que a experiência seja menos traumatizante (“quem sabe quando ele fizer uns 16 anos…”). O momento de coleta nunca deve ultrapassar os 30 dias de vida do bebê. O ideal é fazer entre o terceiro e o sétimo dia, pois nos primeiros dois dias pode haver resquícios de informações do corpo da mãe e os resultados ainda não são muito confiáveis. Seja como for, não deixe de fazer, pegar o resultado, levar no seu pediatra e tomar as providências necessárias. Ou, com sorte, simplesmente respirar aliviada.

Avalie o artigo "Teste do Pezinho":
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars   (5,00 de 5 com base em 1 votos)
Loading...

Gostou do Post? Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *