Gravidez Não Planejada

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars   (4,00 de 5 com base em 2 votos)
Loading...

Duas listras rosas. Boom. Você está grávida. E não há marido lindo e esfuziante ao seu lado no banheiro. Há dívidas, incertezas e planos frustrados. É só você e o pânico. Mil coisas na cabeça. Sua vida quer que você tome uma curva acentuada à esquerda. Independente dos planos que você estava fazendo.

Gravidez inesperada

Gravidez inesperada

Não é fácil encarar uma notícia como essa. Mas é preciso, porque é uma realidade que, a cada minuto, torna-se mais premente. Então, aqui vai nossa primeira dica: acalme-se. Tudo vai dar certo. Sempre dá. Pode ser que as coisas tomem um rumo inesperado mas vai ficar tudo bem. Sempre fica.

Uma vez com a cabeça no lugar, é preciso se posicionar definitivamente diante da novidade. Aceitar e seguir em frente é a atitude mais indicada. Existem outras que, a essa altura, certamente já passaram pela sua cabeça. O aborto é a mais frequente delas. Pense bem. O aborto não é um procedimento simples, é a interrupção abrupta de um processo natural do seu corpo e salvo raras exceções é ilegal. Por isso mesmo, na maioria das vezes, é feito sem os cuidados necessários, podendo causar sérios danos à sua saúde e até mesmo risco de vida. Para se ter uma ideia, entre 1993 a 1998, o SUS atendeu mais de 50 mil mulheres vítimas de complicações pós aborto.

Por isso, respire fundo e encare o desafio. É hora de se organizar. A primeira coisa a fazer é ir ao obstetra. Ele vai te pedir uma série de exames para saber se está tudo bem com seu corpo e se há algum cuidado que precisa ser tomado. Vai recomendar algumas práticas, proibir outras e guiar sua alimentação para que o bebê cresça de forma saudável.

Daí é preparar o terreno para a chegada do seu filho. E a natureza é sábia. Ela te dá nove meses para se acostumar com a ideia e tomar as providências práticas. Fale com os amigos, família e colegas de trabalho. Você irá se surpreender como a chegada de uma criança deixa as pessoas mais gentis e solidárias.

Por fim, há um outro motivo extremamente prosaico para aproveitar enquanto o barrigão cresce: ter filhos é ótimo. Olhe a sua volta. Converse com algumas pessoas. Por mais atarantados que os pais fiquem com as malcriações, o preço da papinha ou quaisquer outro tipos de dificuldades, quase a totalidade deles te dirá que é a melhor coisa que já fizeram na vida. Sim, é difícil acreditar quando se está de fora. Mas confie e entregue a Deus. Ter filho é um salto de fé.

Avalie o artigo "Gravidez Não Planejada":
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars   (4,00 de 5 com base em 2 votos)
Loading...

Gostou do Post? Comente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *